Podologia

 

Podologia Preventiva

podologiapreventiva

  Quem não gosta de se apresentar com os pés bonitos e saudáveis? A prevenção e a boa orientação é o  sucesso de bons resultados. 

 

 

Podopediatria (Podologia Infantil)

pebebe  Muitos bebês possuem unha encravas por usarem macacões (mijões) que estão curtos, ou sapatinhos apertados, até mesmo quando nascem, isso ocorre por atrito e  pressão dentro do ventre da mãe ou herança genética.

  Orientar aos pais dos bebês e as crianças desde cedo previne doenças e garante a saúde e o bem estar do adulto, além de muitos anos a mais de boas caminhadas.


Podogeriatria (Podologia ao Idoso)

idososite  É natural que com o passar dos tempos, os pés dos idosos se encontrem fragilizados e não obedeçam mais com a mesma rapidez e agilidade a simples função de caminhar. Isso porque há alteração na biomecânica. As enfermidades mais comuns são diabetes, osteoporose, artrite, hipertensão e arteriosclerose. Nesta fase da       vida, a pele tende a ficar mais fina e ressecadas, sujeita a formação de calos, fissuras e de outras complicações. Com os cuidados de um podologista, o idoso poderá evitar várias patologias com simples cuidados do dia a dia.


Podologia Esportiva

esportiva1  Caminhar, correr, saltar, dançar– acarretam uma grande demanda física para o corpo, muito mais do que as atividades normais do dia a dia. Enquanto corremos, os pés podem absorver até 3 vezes o peso do nosso corpo. Assim sendo, não é surpreendente que as alterações patológicas do pé e do membro inferior constituam uma grande proporção das lesões desportivas. Os Podologistas compreendem a estrutura e o movimento do pé. O diagnóstico precoce das patologias dos pés é indispensável para proporcionar uma melhor qualidade de vida e um melhor rendimento desportivo.


Pés de Gestante 

gestantesite

  Durante a gravidez a fadiga dos pés chega a um grau extremo. Eles se tornam pesados, surgem câimbras, algumas veias varicosas e incham pela retenção de líquidos. Há também predisposição para infecção das unhas ocasionada pela dificuldade na correta manutenção das mesmas devido à condição em que se encontra. Há um maior volume de pressão dentro dos calçados dificultando assim o retorno sanguíneo

  Por todas dificuldades apresentadas, é aconselhável que a gestante procure o profissional podólogo para ajudá-la na manutenção dos pés.



Pés de Risco (Diabéticos) 

atend pequenosite1  As pessoas com diabetes estão em risco de desenvolver problemas sérios nos pés pelo fato de apresentarem alterações inerentes à doença. As alterações do aporte     sanguíneo e as alterações degenerativas dos pés e das pernas diminuem a habilidade de lutar contra as infecções. Estes fatores em conjunto, contribuem para a diminuição da capacidade de cicatrização de feridas. Consultas de rotina são vitais para a saúde dos pés do diabético.